top of page

5 formas de garantir que a água usada na irrigação não esteja contaminada




A água da irrigação é um recurso vital para a agricultura, pois é essencial para o crescimento e desenvolvimento sadio de plantas. Porém, o uso inadequado desse recurso pode, sim, levar a perdas significativas no cultivo.

Por isso, é importante testar regularmente a qualidade da água utilizada na irrigação e armazená-la corretamente. Além disso, o manejo da irrigação é fundamental para melhorar a eficiência dessa prática e preservar as fontes de água da propriedade.

Pensando nisso, veja cinco formas de garantir que a água que você utiliza em sua irrigação não está contaminada:

1 – Teste regularmente a água utilizada na irrigação

Testar regularmente a água utilizada na irrigação é importante porque ela pode conter substâncias prejudiciais aos cultivos, como sais, minerais tóxicos e bactérias, que afetam o crescimento e a saúde das plantas.

Além disso, ajuda a identificar o teor de nutrientes necessários para o crescimento dos cultivos e garantir a quantidade correta. E, obviamente, os testes também atuam no monitoramento das mudanças na qualidade da água para prevenir problemas futuros.

2 – Conte com fontes confiáveis para a captação

Fontes confiáveis de água para irrigação são aquelas que apresentam qualidade adequada para o cultivo e não estão contaminadas por substâncias prejudiciais.

Sendo assim, algumas fontes comuns de água confiáveis, incluem:

  • Água subterrânea: água captada de poços profundos ou aquíferos subterrâneos, que costuma ser de boa qualidade e pouco propensa à contaminação.

  • Água de superfície: água de rios, lagos e represas, que deve ser tratada antes do uso para garantir a qualidade e remover possíveis contaminantes.

  • Água tratada: água purificada em estações de tratamento de água, como cloração, filtração e remoção de impurezas, para torná-la adequada para o uso na agricultura.

Em geral, é importante testar regularmente a qualidade da água, independentemente da fonte, a fim de garantir que ela seja adequada e segura para uso na irrigação.

3 – Instale filtros nos sistemas por aspersão

Os filtros ajudam a remover partículas sólidas, como areia, terra e pedras, que podem obstruir as mangueiras e as válvulas do sistema de irrigação. Além disso, os filtros ajudam a melhorar a qualidade da água, eliminando impurezas, que muitas vezes são as responsáveis por prejudicar o crescimento das plantas e/ou a saúde do solo.

Porém, a escolha do tipo de filtro a ser instalado depende de fatores, como: a qualidade da água de origem, o tipo de cultivo e o sistema de irrigação em uso. Portanto, é importante consultar um especialista em irrigação ou um profissional qualificado para determinar o tipo de filtro adequado para cada situação.

Em resumo, os filtros para os modelos de irrigação por aspersão podem ajudar a garantir um sistema mais eficiente e seguro, aumentando a produtividade agrícola e protegendo a saúde do solo e das plantas.

4 – Faça o manejo de água utilizada na irrigação

Em suma, o manejo para irrigação é o conjunto de práticas e técnicas utilizadas para garantir a eficiência e a sustentabilidade do uso da água na agricultura. O objetivo dessa prática é maximizar a eficiência da irrigação, minimizar a perda de água e preservar a qualidade desta para fins agrícolas e outros usos.

Sendo assim, é importante saber que o manejo de água inclui as seguintes ações:

  • Planejamento: definição do volume de água necessário para cada cultura, levando em conta as condições climáticas e as necessidades das plantas;

  • Monitoramento: avaliação constante da qualidade e disponibilidade da água, incluindo a medição da umidade do solo e da evaporação da água;

  • Irrigação: aplicação da água de maneira eficiente, usando técnicas adequadas para cada cultura e tipo de solo;

  • Treinamento: capacitação de agricultores em técnicas de manejo de água;

  • Conservação: práticas de conservação do recurso, tais como captação de água da chuva e reutilização na irrigação.

5 – Armazene a água corretamente

Para garantir que a água armazenada com finalidade de uso na irrigação não esteja contaminada de alguma forma, existem vários aspectos importantes a considerar, incluindo:

  • Localização: o local de armazenamento deve estar protegido contra a poluição e ser facilmente acessível para a aplicação da água;

  • Contenção: a água deve ser armazenada em estruturas seguras, como barragens, tanques ou cisternas, para evitar vazamentos;

  • Qualidade: a água deve ser armazenada de maneira a preservar a sua qualidade, evitando a contaminação por materiais estranhos, como restos de cultivo ou animais;

  • Ventilação: as estruturas de armazenamento devem ter boa ventilação para evitar a formação de mofo ou fungos;

  • Cobertura: a água deve ser mantida coberta para evitar a evaporação e a entrada de sujeira ou animais;

  • Monitoramento: é importante monitorar regularmente o nível e a qualidade desta água;

  • Manutenção: as estruturas de armazenamento devem ser mantidas em boas condições para garantir a segurança de todos os itens acima.

Comentários


olguim 18-04.png
bottom of page